quinta-feira, 2 de julho de 2009

' Sem tristezas vamos sorrir ~³

Poxa vida, tão dramatizadas andam minhas palavras, que já nem entendo mais o porque de saírem assim, como posso sorrir e dizer palavras que chegam a entristecer as pessoas?

Vamos agora sorrir, pois o tempo de chorar existe só para aqueles que sabem o que é ter uma perda além deles quem mais tem motivos para chorar? aqueles que não tem o que comer, aqueles que não tem emprego para sustentar a família, eu até dou um desconto.

Mais vC! que está ai sentado na frente de um computador lendo um blog como o meu, sorria. Sua vida é bela comparada a dos outros.

O texto de hj vai Chamar.

\\\"Minha vida"

Sair, cantar, pular. Se soltar sempre foi o forte da adolescência, talvez o que nos deixe chatos é essa tal experiência, saber que quando se pula se pode cair. ou que quando se sai, alguém pode chegar. Deixa as pessoas cada vez mais chatas. Chatice, Stress, Sermões. É o forte daqueles que não sabem mais sorrir, trabalhar, comer e dormir. Vida pobre sem beleza! Ser jovem é esbanjar o que temos. e o que temos é saúde e poder. Poder? Sim poder! poder de poder crescer, de poder cantar, de poder pular. O poder de dizer que se dane a sociedade, eu quero mais é felicidade! A lei sempre nos dando regras e limites. Regras e Limites formam a lei então juntem meu pai e meu relógio e temos ótimos senadores. Pobre do meu relógio sempre preso em seu próprio tempo, ter o poder de marca-lo, e ao mesmo tempo não ter o poder de deixa-lo.
Quanto mais se estuda, mais é estudado. Quanto mais coisas é estudado, mais coisas se tem a aprender. Ciclo vicioso, o planeta pegando fogo, o verde sumindo, e o preto dominando. Dominar, palavra forte, dominar é simplesmente deixar de amar, é deixar tdo por seu simples EGO. Pessoas estranhas, com atos fúteis, simples assim de compreender a raça humana. Gostam de rimas bobas como chover e amanhecer. mais não gostam de rimas clássicas escritas por poetas respeitáveis. A cultura morreu, mais MTV ainda esta no TOPO. Santa ignorância.A Doença, a música se torna ofensa aos ouvidos. com batidas fortes, e sem sentido. Dançar, a o dançar, continua ser o libertar de nosso corpo, se soltar, movimentar no balanço do compasso sem nem mesmo ter noção de espaço. Mais se libertar através de drogas se tornou fácil e comum, o controle de nossos corpos deixaram de ser nosso se tornaram delas. pra dançar, pra se soltar, pra sorrir, pra relaxar. Até que ponto se chegou. Perdemos o controle de nosso corpo e mente? ou simplesmente não os queremos ter?

7 comentários:

  1. Legal teu blog.

    Visita lá o meu:

    http://cineminhacompipoca.blogspot.com/

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Poxa....
    Gostei muito do texto e de sua visão sobre como andam as coisas...
    Tudo é de plástico....artificial.
    Bacana..vou acompanhar seu blog..acompanhe o meu tbm..
    http://stabilli.blogspot.com


    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Há!!!
    Me visita aí tbm!!! Escrever é comigo mesmo! Dá uma fuçada lá! Abraço!!!!

    ResponderExcluir
  4. gostei do texto, faz bastante sentido no mundo atual.

    ResponderExcluir
  5. Você tem um talento incrível...
    Meus Parabéns. Gostei muito do seu modo de pensar...

    Vou começar a acompanhar o seu blog ^^

    ResponderExcluir
  6. Não perdemos o controle, apenas estamos dando uma de "João sem braço".

    Se é que você me entende.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Cara brilhante texto, fez eu refletir sobre muitas coisas. Parabéns.

    Conheça também o Geral Promoção.

    ResponderExcluir